Símbolos Oficiais

Bandeira

 

 Arquivo para Download JPG - Bandeira.JPG (17,4 kB) 

Brasão

Arquivo para Download JPG - Brazão jpg ok.JPG (16,8 kB)

 

HINO

 

HINO DE LUCENA

No começo era só uma aldeia

Habitada por pescador,

Cada vela era uma candeia

Na visão do navegador.

 

Que supondo ver vaga-lume,

De Lucena, então, nomeou.

Nome que por uso e costume

Em Lucena se transformou.

 

Lucena,  bela e formosa,

Berço de Américo Falcão,

Mestre em verso e em prosa        (bis)

Desses mares, desse rincão.  

 

No passado, porto seguro

Das linhas ocidentais,

O presente projeta o futuro

E a memória dos ancestrais.

 

Senhora da Guia, serena,

Doce mãe desse belo lugar!

Abençoe essa terra morena,

Abençoe esse povo, esse mar.

 

Lucena, bela e formosa,

berço de Américo Falcão,

Mestre em verso e em prosa                 (bis)

Desses mares, desse rincão.    

 

Lucena, junho de 1999.

Autores: Geraldo Nogueira de  Amorim

             e Marilda Eduardo Pereira de Sousa